FILTRE SUAS NOTÍCIAS POR DEPARTAMENTO

Diversidade marca agricultura familiar no DF

voltar
diversidade-marca-agricultura-familiar-no-df
Foto(Divulgação)
Com apenas 400 mil hectares de área agricultável, o Distrito Federal (DF) possui um dos processos produtivos mais dinâmicos entre os pequenos produtores rurais.
A agricultura familiar, tradicional nas cidades satélites, sobrevive à base da diversificação de produtos e deve intensificar esta iniciativa para atravessar o momento macroeconômico de ajustes.
Um levantamento da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq/ USP), encomendado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), constatou que o DF possui a maior diversidade de cultivos da agricultura familiar do País. A informação foi dada pelo presi- dente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), Argileu Martins, durante dia de campo para apresentação da feira AgroBrasília, que acontece entre os dias 12 e 16 de maio.
"O trabalho teve início em 2010 e ainda está em andamento. A ideia inicial era sintetizar variáveis e identificar áreas de interesse para o MDA. Então, nos chamou a atenção o rendimento produtivo do DF entre os pequenos produtores. Agora estamos indo a campo entender as diretrizes destes resultados", explica Sergio Paganini Martins, pesquisador responsável pela análise.
Segundo Martins, apesar de não reunir as melhores condições de produção em relação a outros estados, os agricultores familiares conseguiram muito dinamismo em um fator que já é fundamental para o segmento, a diversificação de cultivos.
Cooperativismo
O clima árido exige ampla aplicação dos sistemas de irrigação por pivô, entre as commodities agrícolas (feijão, milho, soja, trigo), ou gotejamento, no hortifrúti, por exemplo. Além disso, é possível encontrar criações de aves e suínos, e integração entre lavoura, pecuária e floresta. A maior parte dos cultivares é amparada pelo cooperativismo, que atende produtores de todos os portes.
"Contamos com 132 associados, com giro de negócios entre R$ 100 e R$ 120 milhões por ano no processo de recebimento e beneficiamento dos produtos. Apesar de termos a área limitada para produção, estamos com o desafio de aumentar em produtividade. A maior parte do que se consome aqui [na região] vem daqui. É um verdadeiro modelo de reforma agrária", conta o presidente da Cooperativa Agropecuária do Distrito Federal (Coopa-DF), Leomar Cenci.
De acordo com o secretário de Agricultura do Distrito Federal, José Guilherme Leal, a região possui cerca de 19 mil estabelecimentos rurais, mais de seis mil agricultores familiares e dois mil assentados da reforma agrária. Para ele, apesar do cenário econômico de aumento nos custos de produção e diminuição da margem de renda, "a produção de hortaliças é uma atividade contínua. Haverá um impacto sobre custos de energia, mas o produtor não deixará de plantar". "A diversificação é destaque na região, temos em torno de 15 cultivos diferentes e apostar nesta medida é a saída para sobreviver às dificuldades econômicas", acrescenta Cenci.
AgroBrasília
Uma das principais feiras agropecuárias do cerrado traz, entre as novidades da oitava edição, o Espaço de Valorização da Agricultura Familiar (EVAF), que tem o objetivo de mostrar inovações em tecnologia agrícola que possam ser aplicadas à lavoura dos pequenos.
O evento movimentou R$ 700 milhões em negócios da última edição e deve girar em torno do mesmo patamar neste ano. "Conhecimento é um dos fatores mais limitantes do desenvolvimento neste segmento produtivo, por isso a implantação de um espaço específico durante o evento", enfatiza o coordenador do EVAF e integrante do Emater-DF, Névio Guimarães.
Para o coordenador-geral da AgroBrasília, Ronaldo Triacca, a semelhança das condições de plantio entre a região do cerrado e as áreas de produção dos países africanos e sul-americanos, tem contribuído para o crescente interesse dos estrangeiros.


Fonte: DCI

  • Imprima
    essa Notícia
  • Faça um
    Comentário
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Newsletter

Receba as novidades no seu e-mail.