FILTRE SUAS NOTÍCIAS POR DEPARTAMENTO

Cooxupé recebe premiação por qualidade de café em 2018 Prima Qualità em Grão esteve entre os melhores considerados pela ABIC

voltar
cooxupe-recebe-premiacao-por-qualidade-de-cafe-em2018-prima-qualita-em-grao-esteve-entre-os-melhores-considerados-pela-abic
Lúcio Dias, superitendente comercial da Cooxupé recebe premiação da ABIC. Foto: Divulgação
O Prima Qualità em Grão, café que integra a linha de produtos da Torrefação da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé, foi premiado pela ABIC - Associação Brasileira da Indústria de Café, ao conquistar a terceira colocação da categoria Gourmet, do "Melhores da Qualidade 2018". Este prêmio distingue as melhores marcas e produtos certificados no Programa de Qualidade do Café.
 
A premiação foi entregue ao superintendente comercial da Cooxupé, Lúcio Dias, durante cerimônia realizada no Palácio do Itamaraty, em Brasília, pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com as entidades do setor privado. Estiveram presentes no evento, que celebrou o Dia Internacional do Café no dia 1º de outubro, lideranças da cadeia produtiva, embaixadores das principais nações compradoras e parceiros da cafeicultura brasileira.
 
"Além de reconhecer a qualidade das marcas premiadas, este evento foi muito importante tendo em vista que as autoridades e lideranças presentes apresentaram números da cafeicultura brasileira, enaltecendo-a como um relevante setor do agronegócio para o desenvolvimento econômico nacional", destaca Lúcio Dias.
 
O cenário do café em 2018 no País, apresentado durante o evento, mostra que - de acordo com a Conab - a produção atinge 59,9 milhões de sacas, sendo 45,9 mi de arábica e 14 mi de conilon. O Valor Bruto da Produção, ainda segundo a Companhia, é de R$ 24,3 bilhões. Já as exportações respondem por 35 milhões de sacas, conforme aponta a projeção do Cecafé. Segundo a ABIC, 22 milhões de sacas são destinadas para o consumo interno. No Brasil, as projeções do setor privado e do Governo mostram que a cafeicultura gera mais de 8 milhões de postos de trabalhos diretos e indiretos. Os rankings internacionais de produção e de consumo são liderados pelo País, que também é o segundo maior consumidor global.


Fonte: Phábrica de Ideias

  • Imprima
    essa Notícia
  • Faça um
    Comentário
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Newsletter

Receba as novidades no seu e-mail.