FILTRE SUAS NOTÍCIAS POR DEPARTAMENTO

Benefícios de suco de laranja são desconhecidos por profissionais de saúde na Europa

voltar
beneficios-de-suco-de-laranja-sao-desconhecidos-por-profissionais-de-saude-na-europa
Foto: Internet
Profissionais de saúde que indicam dietas alimentares desconhecem os benefícios e os atributos do suco laranja. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada entre os meses de novembro e dezembro de 2017 pelo instituto Ipsos, em que foram ouvidos 2.099 profissionais de saúde, em 14 diferentes países da Europa. “Nosso objetivo era justamente saber qual era esse nível de conhecimento para que ações concretas possam ser tomadas”, explica o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto. A pesquisa é uma realização da campanha Fruit Juice Matters em que as empresas associadas à CitrusBR são responsáveis por 50% dos investimentos.
 
Do total de entrevistados, apenas 18% dos profissionais de saúde recomendam o consumo de suco de laranja com frequência. Quando se trata de recomendação feita por nutricionistas, o número cai para 11%. Outro ponto importante é a visão dos profissionais sobre o suco industrializado. Apenas 30% dos entrevistados relacionam o produto industrializado a uma bebida natural, enquanto para 70% dos entrevistados, o suco espremido na hora é a melhor opção. Desses, apenas 37% concordam que o suco de laranja 100% é um produto composto apenas por suco da fruta. “isso mostra que 63% desses profissionais não têm a informação correta, o que é alarmante”, diz Netto.
 
Outro dado mostra que embora 86% dos entrevistados indiquem a ingestão de frutas e vegetais como parte de uma dieta saudável, apenas 36% recomendam o consumo de suco. Quando se trata da frequência de consumo do suco de laranja 100%, apenas 46% dos entrevistados disseram considerar a bebida como uma alternativa à ingestão de frutas, enquanto 67% consideram o suco um complemento saudável para as pessoas que ingerem frutas e vegetais.
 
Idade – Ao analisar esses dados de acordo com a faixa etária, é possível perceber que junto aos profissionais mais jovens, com idade abaixo de 35 anos, apenas 30% consideram o suco como opção à fruta e 54% consideram a bebida como um complemento. Já entre o público mais velho, os percentuais aumentam para 49% e 71% respectivamente.
 
Para a diretora de relações internacionais da CitrusBR, Larissa Popp Abrahão, os resultados da pesquisa podem ser uma forma de alertar os países sobre a necessidade de mudanças nas normas de rotulagem do suco de laranja, incluindo o aviso na embalagem da bebida, de que não há açúcar adicionado. Segundo ela, atualmente, apenas Alemanha, França e Reino Unido permitem incluir essa informação. “Para os demais mercados, parte-se do princípio de que esse alerta seja desnecessário, mas o que a pesquisa comprova é que há essa necessidade”. A pesquisa será atualizada anualmente, a fim de verificar se houve mudança na percepção sobre a bebida.


Fonte: Quartetto Comunicação

  • Imprima
    essa Notícia
  • Faça um
    Comentário
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Newsletter

Receba as novidades no seu e-mail.